Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Letras e Acordes



Quinta-feira, 28.04.16

Já o tempo se habitua

D

Já o tempo

Se habitua 

 

        A     D

A estar alerta 

 

Não há luz

Que não resista 

 

     A       D

À noite cega

 

G

Já a rosa

                 D

Perde o cheiro 

E a cor vermelha 

 

Cai a flor

Da laranjeira 

 

        A        D

À cova incerta 

 

Água mole

Água bendita 

Fresca serra 

 

Lava a língua

Lava a lama 

Lava a guerra 

 

Já o tempo

Se acostuma 

À cova funda 

 

Já tem cama

E sepultura 

Toda a terra 

    

   G

Nem o voo

Do milhano

 

       D

Ao vento leste

 

   G

Nem a rota

Da gaivota

 

     D

Ao vento norte

 

    G

Nem toda

                   D

A força do pano

Todo o ano

 

Quebra a proa

Do mais forte

 

 A     D

Nem a morte

 

 

Já o mundo

Se não lembra

De cantigas

 

Tanta areia

Suja tanta

Erva daninha

 

A nenhuma

Porta aberta

Chega a lua

 

Cai a flor

Da laranjeira

À cova incerta

 

Nem o voo

Do milhano ...

 

Entre as vilas

E as muralhas

Da moirama

 

Sobre a espiga

E sobre a palha

Que derrama

 

Sobre as ondas

Sobre a praia

Já o tempo

 

Perde a fala

E perde o riso

Perde o amor

 

Nem o voo

Do milhano ...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Logic às 19:43



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930




Arquivo

2016